Dia Nacional de Luta Pela Valorização da Extensão Rural Pública e Governamental

22

O Dia Nacional de Luta Pela Valorização da Extensão Rural Pública e Governamental teve como propósito destacar a precariedade das empresas públicas e a desvalorização crescente dos profissionais que nelas trabalham no campo da Assistência Técnica e Extensão Rural em nosso país. Nesse contexto, a Associação dos Servidores da Ematerce (ASSEMA-CE) se uniu à causa e organizou um grande ato em frente à empresa Ematerce, no dia 16 de abril. Após discursos políticos, houve uma ação simbólica de destruição de mudas de cajueiro para marcar a data.

O evento foi marcado por discursos emocionantes que ressaltaram a importância da valorização da extensão rural pública e governamental para o desenvolvimento do setor agrícola no país. Os Eamtercianos demonstraram união e determinação em lutar por melhores condições de trabalho e reconhecimento da sua importância para a sociedade.

A ação simbólica de destruição de mudas de cajueiro serviu como um alerta a sociedade para a urgência de valorizar e investir na extensão rural, destacando a fragilidade da situação atual e a necessidade de mudanças significativas. No qual procurou conscientizar a sociedade sobre a importância da extensão rural e reforçou a necessidade de medidas urgentes para garantir o futuro do setor agrícola brasileiro.

A Associação dos Servidores da Ematerce mostrou sua força e comprometimento com a causa, promovendo um evento marcante.  O Dia Nacional de Luta Pela Valorização da Extensão Rural Pública e Governamental serviu como um importante momento de reflexão e mobilização. A luta pela valorização da extensão rural pública e governamental continua. A ASSEMA-CE, segue mobilizada em busca de melhores condições de trabalho, reconhecimento e valorização dos empregados públicos e investimentos adequados para o setor.

#agroecologia
#agriculturafamiliar
#AterPublica

[Nota Pública]
LUTA PELA VALORIZAÇÃO DA EXTENSÃO RURAL PÚBLICA E GOVERNAMENTAL.

A história da Extensão Rural está intrinsecamente ligada ao desenvolvimento da agricultura no Brasil, acompanhando as diferentes fases do setor agrícola e rural, em conformidade com as diretrizes político-econômicas dos governos.

O novo desafio na política de Assistência Técnica e Extensão Rural no Nordeste busca reestruturar a ATER com foco na sustentabilidade ambiental, agroecologia e resiliência climática. Isso envolve fortalecer as instituições estaduais, adotar modelos de gestão eficientes e ampliar o acesso da agricultura familiar aos serviços de ATER. No entanto, a falta de recursos tem impactado negativamente o setor, levando a condições precárias de trabalho. Construir uma política de ATER integrada e potencializar os serviços governamentais são essenciais para promover políticas públicas na agricultura familiar e reforma agrária.

A redução gradual dos recursos dos governos estaduais e federais para a Extensão Rural tem prejudicado os trabalhadores (as) do setor, que muitas vezes enfrentam falta de condições básicas de trabalho e sobrecarga de tarefas.

A luta pelo direito constitucional da agricultura familiar ao acesso a serviços de extensão rural adequados levou os trabalhadores (as) da extensão rural a restabelecer o dia 16 de abril de 2024 como o “DIA NACIONAL DE LUTA PELA VALORIZAÇÃO DA EXTENSÃO RURAL PÚBLICA E GOVERNAMENTAL”.

Entre as reivindicações dos servidores da extensão rural e agricultores estão o fortalecimento do Serviço Público de Extensão Rural Oficial, a criação de um Sistema Nacional de Extensão Rural, alocação de recursos financeiros, reestruturação das instituições públicas, renovação dos quadros técnicos, investimento em modernização digital, capacitação técnica e implementação do Plano de Demissão Voluntária (PDV).

A luta continua em prol do desenvolvimento rural sustentável, justo e solidário, que promova oportunidades e qualidade de vida para os agricultores familiares no Nordeste.

Diretoria da Assema-CE, gestão 2023/2026